Universidade da Beira Interior

Economia

Universidade da Beira Interior
Em Leiria

Preço para verificar
Ou preferes ligar para o centro agora?

Informação importante

Tipologia Licenciatura
Local Leiria
Início Datas a escolher
  • Licenciatura
  • Leiria
  • Início:
    Datas a escolher
Descrição

Objetivos Gerais Os objectivos do curso respondem às exigências estabelecidas pelo artigo 5º do decreto-lei n.º 74/2006 de 24 de Março e visam assegurar aos licenciados em Economia da UBI condições de formação e integração profissional idênticas às dos seus pares de escolas nacionais e europeias de referência na área de formação de economia.

O curso tem como objectivo geral o desenvolvimento das capacidades de aprendizagem, de análise, de aplicação, de avaliação e transferibilidade de conhecimentos (utilizando os conceitos, teorias, técnicas e métodos de resolução e de análise nas diversas áreas da ciência económica- Economia Financeira e Monetária, Economia do Crescimento, Economia Industrial, Economia e Finanças Publicas, Economia Internacional,Contabilidade Financeira,...) para a resolução de problemas económicos concretos em novos contextos, servindo de pilar fundamental na formação profissional da pessoa ao longo da sua vida activa.

Instalações (1)
Instalações e datas
Início Localização
Datas a escolher
Leiria
Leiria, Portugal
Ver mapa
Início Datas a escolher
Localização
Leiria
Leiria, Portugal
Ver mapa

A ter em conta

· Quais são os objetivos deste curso?

Competências Um aspecto central no Processo de Bolonha é o da mudança de paradigma de ensino. O processo preconiza a passagem de um modelo passivo, baseado na aquisição de conhecimentos, para um modelo baseado no desenvolvimento de competências. As competências que os estudantes deverão evidenciar após a conclusão da licenciatura, agrupam-se nos domínios de conhecimento e compreensão, intelectuais, práticas e transferibilidade. Como competências genéricas enunciam-se as seguintes: Conhecimento e Compreensão: A – Compreende a organização do processo económico e dos mercados, a sua finalidade, a sua estrutura, as condições de funcionamento e a sua dinâmica; B – Compreende o perfil dos diferentes agentes, consumidores, produtores, empresas, Estado e outras instituições na determinação do seu desempenho económico nos diferentes níveis de análise: micro-económico, macroeconómico, sectorial, espacial e temporal; C – Identifica fontes, recolhe e selecciona informação relevante para a análise económica: primária, publicada disponível, sectorial, regional, nacional e internacional; D – Compreende instrumentos de análise quantitativa para converter essa informação em conhecimento adequado ao estudo de problemas da economia real; E – Compreende os objectivos, ideias, conceitos, estruturas, âmbitos de análise, métodos e técnicas veiculados na literatura económica teórica e empírica utilizada no processo de aprendizagem; F – Interpreta, para potencial utilização, resultados publicados nas mais diversas fontes de produção científica e institucional na área de economia (artigos, relatórios, estudos, legislação, etc.); Intelectuais G – Revela poder de abstracção e de sistematização na identificação e delimitação de aspectos centrais de um problema económico; H – Compara e avalia teorias, métodos e modelos alternativos no tratamento de problemas económicos; rocessos de mutação estrutural e de...

· Público alvo

Saídas Profissionais A formação em Economia confere aos seus graduados a opção por uma actividade profissional de entre uma significativa diversidade de percursos profissionais, em organismos públicos e privados, empresas industriais, empresas financeiras, empresas de serviços, profissionais independentes e constituição pelo ex-aluno da sua própria empresa nas mais variadas actividades. Enunciam-se como percursos e empregadores potenciais: • Quadros superiores de organismos da administração pública central (direcções gerais, departamentos de planeamento e de prospectiva, financeiros, estatísticos, administrativos e outros) e local (departamentos administrativos, financeiros e técnicos de Câmaras Municipais e Serviços Municipalizados). • Quadros superiores de organismos da União Europeia e outros organismos internacionais. • Quadros superiores de associações empresariais e profissionais • Quadros superiores de Bancos, Sociedades de Investimento, Seguradoras, Sociedades Correctoras e Sociedades Financeiras de Corretagem e outras sociedades de intermediação financeira. • Quadros superiores de empresas industriais nas suas várias unidades funcionais (departamento comercial e de aprovisionamento, administrativo e financeiro, marketing,…) • Quadros superiores de empresas de serviços (distribuição, consultoria e auditoria,…) • Quadros superiores na área do ensino. • Profissional independente nas áreas de consultoria financeira, contabilística, fiscal, entre outras. • Constituição da própria empresa no sector da indústria ou serviços.

· Titulação

Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação A3ES Registo DGES R/A-Ef 1307/2011, 18-03-2011

Perguntas & Respostas

Levanta as tuas perguntas e outros utilizadores poder-te-ão responder

Programa

Contabilidade Financeira I


Matemática I


Microeconomia I


Organização e Gestão de Empresas


Inglês Aplicado


Contabilidade Financeira II


Matemática II


Microeconomia II


Macroeconomia I


Ciências Sociais e Jurídicas


Matemática III


Microeconomia III


Macroeconomia II


Probabilidades e Estatística


Cálculo Financeiro


Opção (2/2) 1


Macroeconomia III


Estatística Aplicada à Economia


Economia Internacional


Opção (2/2) 2


Econometria I


Economia e Finanças Públicas


História Económica


Opção (3/1) 3


Opção (3/1) 4


Econometria II


Economia Industrial


Economia Monetária e Financeira


Opção (3/2) 5


Opção (3/2) 6


12092
12093
12099
12100
12105
12106
12107
12108
12109
12110
12111
12112
12118
12119
12120
12121
12122
12123
12118
12119
12120
12121
12122
12123

Informação adicional

Infraestruturas Como estruturas de apoio, os alunos do curso de 1º ciclo de Economia dispõem, entre outras, de: Biblioteca Central da UBI (200 postos de trabalho informático, aberta das 9 às 23 horas); Biblioteca e recursos on-line (entre outros, B-on disponibiliza e-books e periódicos com acesso a resumos e a texto integral, acesso a bases de dados e estatísticas do INE); Biblioteca da Unidade de Ciências Sociais e Humanas, Pólo IV (Ernesto Cruz - 2ª a 6ª feira - das 9h00 às 20h00; Sábado - das 10h00 às 13h30); Centro de Documentação Europeia (Biblioteca Central); Centros Informáticos (dois centros; um dos quais aberto 24 horas); e-UBI (plataforma e-Learning: disponibiliza conteúdos digitais e assegura a interacção docente-aluno e aluno-aluno 24 horas x 365 dias); Serviços digitais: rede (por cabo e wireless, interna e externa) e acesso permanente à Internet (com correio electrónico, telnet e www)

Compare para escolher melhor:
Ver mais